quinta-feira, 26 de outubro de 2017

O Rei beijoqueiro Marcelo vai nu




O marcelo vai nu.

-Despiu a máscara e mostrou um pouco do que é feito. Quando mostrar o resto!
-O Trump ainda vai ter inveja, vai querer imitá-lo.
-Temos aqui o rei dos oportunistas, o rei de todos os shows de baixaqualidade, o rei dos beijos a velhinhas, o rei dos populistas.
-Mais um banhinho no Tejo, mais um pulinho na SIC e mais um choradinho na TVI.
-Ha-se ser o pai da união de toda a esquerda no serrar de fileiras no combate aos pagantes dos assassinos incendiários.
-Há males que vêm por bem.
-Este ano vai ficar na história como aquele em que um governo de esquerda ensinou como se resolve uma crise financeira e económica. Vai ser o ano que ficará na história por ter tido um governo que resolveu o problema dos bancos falidos e ter criado um plano de eliminação da possibilidade de incêndios. Por: Luís Morgado da Silva.




Excelentíssimo Senhor Presidente, Excelência: Pedindo desculpa do tempo que tomo a Vossa Excelência, vinha solicitar alguns minutos de audiência (...) Seria…
ABRILDENOVOMAGAZINE.WORDPRESS.COM




Coisas que importa saber sobre este Presidente.
a) filho de ministro de Salazar (corporações) e Marcelo Caetano (ultramar)
b) Nasceu em 12 de Dezembro de 1948
c) fez parte da Mocidade Portuguesa atingindo os mais altos postos da organização juvenil
d) licenciou-se em Direito em 1971
e) apesar de defensor da guerra do ultramar e dos valores salazarentos não cumpriu o serviço militar ( alínea a)
f) em 1973 participou no encontro da oposição ao regime ditatorial em Aveiro,aproveitando a oportunidade para dar conhecimento a Marcelo Caetano do nome dos participantes e agitadores , em carta escrita ( hoje pública) e onde recomendava que fossem essas pessoas mantidas na ordem
g) Após o 25 de Abril surgiu como democrata e filiou-se no PPD
h) leccionou na faculdade de Direito da universidade de Lisboa,nas horas vagas , sendo um rosto presente nas TV como fazedor de opiniões mediante chorudos contratos
I) Foi conselheiro de Estado de Cavaco Silva
m)apresentou a sua candidatura para não deixar órfã a Direita Portuguesa
n) declarou que teve como rendimentos brutos em 2014, € 385.000
o)declarou que não tem quaisquer imóveis e que vive em casa arrendada
p) declarou ter em aplicações bancárias o mesmo saldo que tinha há quatro anos
q) não se apresentando como esbanjador até porque leva marmita na campanha ...fica uma séria dúvida e pertinente interrogação !
r) onde gasta os mais de duzentos mil euros anuais que recebe de honorários pela propaganda política e de remuneração académica ? Por: José Lopes/ 17/1/2016








(In Blog, O Jumento, 21/10/2017) Talvez o melhor primeiro-ministro para Marcelo seja mesmo Santana Lopes, Marcelo…
ESTATUADESAL.COM




Um facto curioso:
Sócrates tem um amigo que lhe empresta milhões e toda a gente acha esquisito.
Marcelo Rebelo de Sousa passa férias e a passagem de ano há longos anos em casa de Ricardo Salgado e as pessoas acham isso normal.
(Para que conste nunca votei Sócrates)
Manuel Amor




Marcelo é um individuo obsoleto com 67 anos de vida fascista, afilhado do Marcelo Caetano, amigo do traidor Cavaco e companheiro do criminoso Ricardo Salgado !!




Ressabiado será sempre e nunca muda: https://www.publico.pt/.../governo-informou-presidente-de...



Talvez o melhor primeiro-ministro para Marcelo seja mesmo Santana Lopes, Marcelo faz discursos e Santana tira notas, Marcelo dá abraços e Santana trata dos beijinhos, Marcelo trata das velhas enquanto Santana cuida das mais jovens, Marcelo preside onde há incêndios e Santana reúne o conselho de ministros onde ocorrerem cheias, Marcelo atira os foguetes e Santana apanha as canas.



Marcelo Rebelo de Sousa - ontem, hoje e amanhã
Marcelo é a direita, representa a direita e será mais um presidente da e para a direita. Ontem hoje e amanhã.
"O herdeiro"
Na crise académica de 1969, “participa nas manifestações públicas de apoio à ditadura”. Em 1970, com Beleza e Braga de Macedo, Marcelo fura a greve académica na faculdade. E reúne-se com o novo ministro Veiga Simão para lhe…
"Faço a pergunta e respondo: devia estar no cumprimento do serviço militar obrigatório,mas tal não sucedeu, incumprindo a lei militar. A atitude moral é ainda mais condenável porque quem era o ministro do Ultramar nesse momento era o seu próprio pai [Baltasar Rebelo de Sousa]". Marcelo Rebelo de Sousa defendeu em 1998, quando se fez o referendo pela descriminalização da interrupção voluntária da gravidez, que as mulheres continuassem a ser criminalizadas. Mas em 2007, veio dizer que nunca quis ver uma mulher na prisão. Ou seja, diz uma coisa quando lhe convém e diz outra quando lhe deixa de convir"
O Comandante Supremo das Forças Armadas pode baldar-se ao Serviço Militar, não por convicção política,mas por cunha?



No entanto com toda a exposição mediática que leva no bolso há algo que o candidato Marcelo Rebelo de Sousa não consegue disfarçar, como se viu nos debates, por exemplo no último com Sampaio da Nóvoa, e que Pedro Passos Coelho sintetizou de forma lapidar: catavento errático. A cada novo debate é tudo e o seu contrário.


O que os portugueses podem esperar de Marcelo Rebelo de Sousa... com palavras facciosas, é preciso conhecer devidamente este homem... O País precisa de um Presidente devidamente credenciado NÃO ligado à direita mais retrógrada!!!




 http://jumento.blogspot.pt/.../umas-no-cravo-e-outras-na...

Jumento do Dia Marcelo Rebelo de Sousa A mensagem subliminarmente passada para a opinião pública durante o dia de hoje é...
JUMENTO.BLOGSPOT.COM




Marcelo Rebelo de Sousa descobriu que os problemas nacionais se revolvem com abraços e beijinhos, na sua estratégia populista passa a mensagem de que os políticos são todos incompetentes e insensíveis menos ele que com um par de abraços, selfies e beijinhos tudo se resolve. Há pobres porque os políticos são insensíveis, há muitos sem-abrigo porque não há amor, há recessão porque falta um presidente a anunciar indicadores uns dias antes de publicados no INE.


Se o Catavento é o chefe supremo das Forças Armadas, porque é que não assume a responsabilidade política de Tancos e se demite?




É óbvio que Marcelo se aproveitou da confiança que Costa tinha nele. E jogou muito baixo. Foi informado por Costa que a MAI saía antes do Conselho de Ministros de Sábado dia 21 de Outubro, e mais quais as medidas que o Governo ia tomar. E tentou dizer ao País que era ele quem mandava. Que ele tutelava Costa. Sugeriu a saída da ministra e deu luz verde a Cristas para tentar derrubar o Governo com a moção de censura. Falou que se abria um novo ciclo. Em que todos os partidos deviam participar, porque senão não se ia lá. Com Rio ou Santana tenta recriar o centro com o PS, puxando-o para a direita. Mostrou o jogo cedo demais. A esquerda não se desuniu e Cristas saíu humilhada. Porque nada havia a clarificar no parlamento. Mas Marcelo tentou. E falhou. A esquerda deixou-o a falar sózinho. Foi para os Açores meter-se onde não é chamado. Por mais que queira Marcelo não é primeiro-ministro. Não Governa. Não pode prometer nada. Tenta mostrar-se como decisor. Mas não é. Não tem o livro cheques nem decide como, nem quando, nem quanto se gasta. Marcelo é o presidente da direita. Não é o presidente de todos os portugueses. Direita nunca mais.
Chegou a altura de o fazer sentir isso.




Opinião de Paula Santos
EXPRESSO.SAPO.PT

Um excelente artigo de Estrela Serrano !!


Compreende-se que o governo e os dirigentes do PS não queiram empolar nem explorar as palavras e as atitudes do Presidente nos últimos dias. O primeiro-ministro é suficientemente experiente para pe…
VAIEVEM.WORDPRESS.COM



Os meus amigos marcelistas vão ter de me aturar novamente a pretexto do artigo, que o «Público» hoje inseriu na sua edição, e em que Liliana Valente conta como, antes do seu discurso ao país, “o chefe de Estado estava a par de tudo o que estava a ser preparado, na reação às tragédias deste Verão — e Marcelo nunca terá transmitido qualquer desacordo com esses passos e o calendário a seguir.”
Não sei o que esses amigos terão a dizer em defesa do seu «mais do que tudo» mas, na minha escala de valores, o comportamento de Marcelo é o de um traidor. Com todas as letras…
Porque uma das medidas conhecidas era a da demissão da ministra Constança Urbano de Sousa e Marcelo quis ficar na fotografia como sendo o ordenante do seu despedimento. Que depois tenha tido o topete de a abraçar calorosamente
na cerimónia de tomada de posse dos novos ministros e secretários de Estado só confirma a sua natureza dúplice, hipócrita. Confirma o jornal: “apesar da forte pressão, Costa defendeu que a substituição da ministra só deveria acontecer depois do Conselho de Ministros, para que fosse Constança a apresentar as medidas que preparou. ‘Estava tudo acordado. O Presidente sabia da saída da ministra’”.
Podemos aventar até que ponto Marcelo terá tido a noção de que a SIC estava a fomentar a organização de grandes manifestações contra o governo no passado sábado e viu nelas a possibilidade de cavalga-las para o objetivo de apressar o inconfessado desejo de se ver livre da coabitação com um governo que execra. Valeu a Costa que, desta vez, o conhecido faro de Marcelo para agir de acordo com as circunstâncias lhe saiu gorado.
Questionado entretanto pelos jornalistas quanto à mudança no relacionamento com António Costa, Marcelo terá “chutado para canto”, eximindo-se a responder sobre a substância do que se lhe exigia…
“A concretização, sabia Marcelo, estava a ser preparada para apresentar no Conselho de Ministros no sábado seguinte. Mas Costa foi obrigado a mostrar parte delas logo no dia seguinte, no debate quinzenal (vistas ali como cedências ao discurso do chefe de Estado): desde o reforço de verbas no Orçamento para 2018, à demissão da ministra ou mesmo sobre as indemnizações às vítimas. Aliás, sobre as indemnizações, Marcelo pressionou o Governo a fazer uma avaliação “de forma rápida”, de modo a indemnizar as vítimas de Pedrógão no dia antes dos incêndios de Outubro. Mas o tal mecanismo extrajudicial já vinha a ser preparado - com Belém informado - e estava agendada a reunião com a Associação de Familiares das Vítimas para quarta-feira, no dia em que foi apresentada esta medida.”
Como diria o povo, há sempre males que vêm por bem: são muitos os testemunhos dos que se confessam enganados pela aparente simpatia do selfieman e só agora se apercebem da sua verdadeira natureza. Não é o elo de confiança entre o presidente e o primeiro-ministro, que se quebrou, porque um e outro são suficientemente inteligentes para adivinhar a rutura mais tarde ou mais cedo. O que se acelera é a quebra dessa confiança entre muitos socialistas, que se eximiram de votar no candidato mais íntegro das eleições presidenciais de 2016 - Sampaio da Nóvoa - para votarem em quem continua a fazer de Belém a sede da contínua ação conspirativa contra quem os quer bem governar... Por: 
Hildeberta Santos.



Artigo a ler, porque saber é poder, nem que seja de argumentar....

A CONSTITUIÇÃO

(In Blog O Jumento, 26/10/2017)

"Marcelo usa de forma subliminar o seu estatuto de professor de direito para passar a ideia de que de Constituição é ele que sabe. Temos agora um presidente que interpreta livremente e circunstâncialmente a Constituição, em função dos seus objectivos políticos e que usando os poderes que ele próprio entende que a Constituição lhe confere dá ordens ao governo em directo e através da televisão, como se o primeiro-ministro fosse um secretário pessoal, para não dizer uma criada de quarto.

Na sua conversa de Oliveira do Hospital, para fundamentar as exigências que fez ao governo através da comunicação social, para que o povo ficasse a saber quem manda, o Presidente da República apelou aos seus poderes constitucionais. Depois de uma parte do discurso elaborado para puxar pela lágrima de quem o ouvia e para ganhar mais likes junto do povo, Marcelo diz que foi eleito “para cumprir e fazer cumprir a constituição que quer garantir a segurança dos portugueses”; de seguida desenvolveu uma longa tese sugerindo que os portugueses ficaram fragilizados, tirando a conclusão de que estamos perante um problema de segurança, daí ter o poder de cumprir e fazer cumprir a Constituição para repor a sua segurança.

Perante um problema de segurança Marcelo usou dos seus poderes constitucionais passando a ditar as suas ordens ao governo, todos perceberam quais as ordens: um programa de combate aos incêndios decidido na hora, indemnizações rápidas e a demissão da ministra.

Até aqui os únicos presidentes que vi darem ordens em direto aos governantes no meio de entrevistas ou discursos para a comunicação social foram Hugo Chavez e Maduro. Mas as consequências dos incêndios a tudo o autorizam, ainda que não explique por que motivo os mesmos incêndios não autorizam o governo a tratá-lo da mesma forma.

Amanhã há um acidente com problema num hospital, Marcelo invoca o seu poder de “cumprir e fazer cumprir a Constituição”, diz que lhe cabe garantir o acesso à saúde e que está quase a chorar por ver tantos velhinhos amorosos a morrer nas salas de espera das urgências e fica logo ali e por ele próprio autorizado a dar ordens ao governo. Que decida um plano de saúde a vinte anos até ao próximo sábado e de preferência depois de se demitir o ministro da Saúde e, quem sabe, sugerindo que se escolherem alguma pessoa da sua confiança será mais simpático no futuro. Se ocorrer um escândalo no ensino faz o mesmo em relação a este setor e o mesmo se pode dizer em relação a qualquer pasta governamental. Agora exige-se que se decida em dois dias para vinte anos e de preferência com um ministro demissionário ou demitido, mais irresponsabilidade é difícil.

Temos agora um presidencialismo à Hugo Chavez, demite-se o ministro e em três dias adotam-se medidas com um horizonte de décadas. Em vez das reuniões semanais dão-se as ordens em direto no meio de comunicações aos portugueses. É Marcelo que de forma errática e de acordo com as conveniências da gestão da sua imagem que define as prioridades do país e em questão de semanas deixa de ser a dívida para serem os incêndios ou outro qualquer tema.

O governo deixa de responder perante o parlamento, deixa de governar cumprindo um programa que foi legitimado nas urnas e aprovado no parlamento. O governo passa a ouvir as comunicações ao povo, as piadas na bica ou as conversas no meio das selfies para saber o que vaio para a agenda do Conselho de Ministros no dia seguinte. O governo deixa de pensar no longo prazo, decide na hora por encomenda de Cavaco e no dia seguinte até o deputado Amorim vem saudar as novas medidas. Mais ridículo é impossível, mas com Marcelo tudo tem muita graça.

Deixa de haver reflexão e mesmo debate parlamentar, é o presidente que em função da gestão dos seus likes e selfies que vai dando ordens diárias ao primeiro-ministro. Enfim, com este Presidente da República o político português com mais vocação para primeiro-ministro é Pedro Santana Lopes, até parece que foi feito à medida deste Presidente. Com este Presidente em vez de primeiro-ministro temos um mordomo e podem ser dispensados o Parlamento e o Tribunal Constitucional, porque é ele que sabe de Constituição e de quem o povo quer beijinhos, muitos beijinhos."



quarta-feira, 30 de agosto de 2017

Venezuela e Maduro I






Trump e a Venezuela

Trump, depois das ameaças à Coreia do Norte, ridículas na forma e temerárias na substância, colocando-se ao nível do esquizofrénico líder da dinastia Kim, criou uma situação de difícil retorno. Espera-se que um módico de bom-senso evite ainda a catástrofe à escala planetária.

O Presidente dos EUA, se a loucura o levar a carregar no botão atómico, ninguém o poderá travar. É o único que tem o poder e os códigos para o fazer, e ninguém o poderá impedir, a men...Ver Mais
Foto de Carlos Esperança.




Ler com a máxima atenção...
Depois é só associar com os acontecimentos que enchem as TVs e os Jornais por esse Mundo fora ...



Ao longo da última década, as reservas globais de petróleo cresceram 26%, atingido 1,6 trilhão de barris no final de 2012, total suficiente para garantir produção de energia por mais de meio século. Novo relatório coloca o Brasil na…
EXAME.ABRIL.COM.BR



"em 9 de janeiro de 2107, quando a Assembleia venezuelana simplesmente decidiu não reconhecer o presidente eleito como chefe da nação. Alguém viu a mesma gritaria como agora? "


Nos últimos dias, aumentaram as críticas ao governo venezuelano por parte da imprensa brasileira
BRASILDEFATO.COM.BR






DOUBLE STANDARD

As redes sociais, tal como os Média tradicionais são guarida para comentadores e opinadores dos mais variados quadrantes sendo que nos últimos a pluralidade é cada vez mais escassa.

Todavia , em ambos os casos o que não escasseia é a falta de memória e o oportunismo politico, dos alinhados pelos decisores políticos nas várias conjunturas.

E nem por os factos serem frescos de tempo, leva as pessoas a pensar duas vezes.

Á volta da Venezuela o alarido vem sobretudo da direita, mas foi a direita do PS com o seu ícone Sócrates e a direita da direita Paulo Portas, que deram alento e esperança ao ditador Chavez e ao seu sucessor Maduro.
Venderam a alma por um prato de lentilhas.
Falam agora de quê, quando não tiveram o mínimo de comedimento nem cautela.
No caso de Angola, uma ditadura habilmente encapotada, o dislate é ainda maior.
Ex guerrilheiros agora portentosos oligarcas e a família do ditador Dos Santos, mandam hoje mais em Portugal que algum dia se podia imaginar.
Em nome da real politiK tudo se consagrará.
Falam então de quê, quando causticam as ditaduras com as quais não trocamos um único grâo de arroz como é o caso da Coreia do Norte ?
E mesmo em relação à mais sinistra das ditaduras à face da terra , a Arábia Saudita, os actuais ou putativos interesses ligados ao petróleo fazem esquecer cenas de barbárie que fariam corar de vergonha o Torquemada.
Na verdade o fb está cheio de moralistas de meia tijela e os Media tradicionais não conhecem outra narrativa que não seja a dos falcões do Pentágono ou do circo da Casa Branca,
Que lhes faça bom proveito. Por: Cor. Sousa e Castro.

Foto de Rodrigo Sousa Castro.

· A VERDADE SOBRE A VENEZUELA

Subscrevo o que diz o Professor Boaventura. Alguém credível, que revela o que está escondido por detrás desta manipulação da informação. O povo não entende que quem comanda as manifestações contra o governo, com o objetivo de o derrubar, pretende sobretudo chegar ao poder. E depois de lá estar fará o que os regimes neoliberais têm na sua agenda: emagrecer o estado vender o país aos retalhos! Tal como fez Passos Coelho e fazem todos os governos neoliberais. E o "povinho", não fica melhor. Criam-se mais empresários que irão enriquecer à custa de ordenados baixos. Dirão, "o país estava em banca rota". Conhecem esta frase? Mas quando o povo se aperceber, já será tarde. Por: Anabela Gomes.



Estou chocado com a parcialidade da comunicação social europeia, incluindo a portuguesa, sobre a crise da Venezuela.
PUBLICO.PT


Em 2015 já o Golpismo era claro. Os "comentadores" ainda não tinham descoberto a existência da Nação de Bolívar, a Venezuela!



Hay un golpe de Estado en marcha en Venezuela. Las piezas están cayendo en su lugar como una mala película de la CIA. A cada paso un nuevo traidor se revela, una traición nace, llena de promesas para entregar la papa caliente que justifique lo injustificable. Las infiltraciones aumentan, los rumores...
CUBADEBATE.CU

manchetes da mídia gritar perigo, crise e derrota iminente, enquanto os suspeitos do costume declarar guerra encoberta contra um povo cujo único crime é para ser guardião da maior mina de ouro negro do mundo.




donos da (des) informação com que nos bombardeiam continuamente.



O que se está a passar na Venezuela ou no Brasil - num caso com os sabotadores do carácter progressista do regime em vias de derrubarem o s...
VENTOSSEMEADOS.BLOGSPOT.COM



O ministro da Defesa da Venezuela disse que o país está totalmente pronto para combater qualquer armada para proteger os seus interesses de segurança…
JUNTOSPELOBRASIL.COM


Claro que foram cometidos erros governativos, sobretudo aquele de ficar monodependente das receitas do petróleo, esquecendo o investimento noutras áreas, mas a Orquestra Midia / Oligarquia Financeira não conta a história toda e o verdadeiro motivo porque odeiam Chavez e Maduro.

Esta coisa de mexer nos interesses dos poderosos tem os seus perigos, não perdoam ao Chavismo ter posto as receitas do petróleo ao serviço do Povo, e não de meia dúzia de parasitas nacionais e internacionais, como acontecia antes de Chavez. Por: Antonio DOliveira.




(Daniel Oliveira, in Expresso Diário, 02/08/2017) Em resumo: a oposição a Maduro não é nem democrática nem melhor do que ele. A minha posição é simples:…
ESTATUADESAL.COM




Ignacio Ramonet e Jean-Luc Mélenchon assinam este texto demolidor acerca da campanha mediática contra Hugo Chávez, escrito nas vésperas das presidenciais de outubro passado.







O ex-jogador de futebol argentino Diego Maradona enviou esta terça-feira uma mensagem de apoio ao presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, na qual se…
24.SAPO.PT

SERÁ QUE SE VAI REPETIR NA VENEZUELA O QUE SE PASSOU NO BRASIL, COM DILMA E LULA ?
"Mas e o que acontece na Venezuela afinal de contas?
Se você digitar "Venezuela" ou "Nicolás Maduro" no Google ou no YouTube, só aparecem canais reaças ou portais de direita dizendo sempre as mesmas asneiras tendenciosas: que Maduro é um "ditador", que a Venezuela é "socialista", que a crise é culpa da "esquerda" e que o "povo" (coxinha) venezuelano está nas ruas contra o governo. Acontece que nenhum desses canais e sites reaças contam que a crise na Venezuela foi causada pela queda no preço do petróleo – principal riqueza do país – e pelo boicote do poder legislativo (dominado pela oposição) às reformas do executivo. Além disso, os monopólios e oligopólios venezuelanos também contribuíram na sabotagem ao governo para que ocorresse um surto de desabastecimento no país, agravando a crise e pressionando a exoneração de Maduro. E, aproveitando essa crise artificialmente inflada, a direita pôs em prática a sua especialidade: ataques antidemocráticos ao governo para voltar ao poder. Ou seja: a oposição venezuelana, com o velho apoio dos EUA, está organizando mais um golpe de Estado na América Latina."
"Quem tentou dar o verdadeiro golpe
No dia 9 de janeiro de 2017, a Assembleia venezuelana simplesmente decidiu não reconhecer o presidente eleito como chefe de Estado da nação. Isso mesmo: não reconheceram o presidente legítimo! Eles tentaram dar um golpe ali mesmo, rompendo com a constituição venezuelana. Isso nenhum desses canais de direita diz. Eles sempre dizem – seja por desonestidade ou burrice – que a culpa é do Nicolás Maduro e do seu "bolivarianismo chavista". O parlamento dominado pela oposição está tentando desesperadamente dar um golpe de Estado e a culpa – para os apedeutas idiotizados pela mídia corporativa – é do presidente que tenta manter a democracia. Alias, o que não falta hoje em dia são pseudo comentaristas políticos na internet graduados pelo PIG para atacar Maduro ou qualquer outro líder progressista. Gente que não tem a mínima noção do que se passa na Venezuela e sai defecando pela boca impunemente, achando que está arrasando num debate só porque "leu na Veja"." Por: Antonio DOliveira.
http://ideiasembalsamadas.blogspot.pt/…/nicolas-maduro-e-um



Em politica externa, eu sou bastante desalinhado deste actual PS. Outrora fui critico da URSS, actualmente sou mais critico dos EUA e dos seus actos em relação ao Médio Oriente que como toda a gente sabe, são motivados sobretudo pelos interesses petrolíferos.

Mário Soares foi o primeiro líder mundial a criticar Bush pela invasão do Iraque, era também avesso à ingerência e à invasão estrangeira fora do quadro da ONU , Soares era muito critico desta actual União Europeia, foi...Ver Mais

O fundador do WikiLeaks, Julian Assange, afirmou, em sua conta no Twitter, que os Estados Unidos descobriram um "novo Iraque" na Venezuela; no passado,…
BRASIL247.COM




O secretário-geral da ONU, António Guterres, alertou hoje que “os acontecimentos recentes” na Venezuela podem causar “uma escalada de tensão” e dificultar uma…
24.SAPO.PT


Há um novo continente enervado com uma declaração de Donald Trump. O Presidente dos EUA disse não excluir uma “opção militar” na Venezuela, quebrando um tabu de sucessivas Administrações que tentaram nas últimas décadas apagar o lastro de intervenções militares na América Latina durante a Guerra Fria.
“Não vou descartar a opção militar, [a Venezuela] é nossa vizinha e temos tropas em todo o mundo”, disse Trump aos jornalistas

Trump ameaça Venezuela com uma possível intervençã...Ver Mais



Mercosur condenou declarações do Presidente dos EUA, que não descartou intervenção militar na Venezuela. Caracas diz que palavras de Trump são…
PUBLICO.PT


COISAS QUE CONVÊM SABER ANTES DE SAIR PARA A RUA A GRITAR ...DITADOR ... DITADOR ...DITADOR ...!



A guerra econômica é contra a maioria da população. Tudo vale para quebrar a proposta bolivariana.
IELA.UFSC.BR

É esta esperança que se joga hoje na américa latina."



Muito se tem escrito nas manchetes da imprensa internacional sobre a Venezuela e o seu presidente Nicolás Maduro.
ESQUERDA.NET




Os EUA além de invadir 149 países depois da 2ª. Grande Guerra Mundial,  são responsável pela criação de grupos terroristas como o ISIS, Talibã e Al-qaeda, mas nós é que somos uma ameaça para a paz Mundial.



Lista de todos os países bombardeados pelos Estados Unidos
Lista de todos os países bombardeados pelos Estados Unidos DEPOIS DA 2ª GUERRA MUNDIAL sob o pretexto de estabelecer a democracia (sem contar os golpes indiretos, como os dados no Brasil e no Chile, com as mãos do exército do próprio país).
Quantas vezes essas intervenções militares norte-americanas de fato levaram a DEMOCRACIA, como se alegou?
- China 1945-1946
- Korea 1950-1953
- China 1950-1953
- Guatemala 1954
- Indonesia 1958
- Cuba 1959-1960
- Guatemala 1960
- Belgian Congo 1964
- Guatemala 1964
- Dominican Republic 1965-1966
- Peru 1965
- Laos 1964-1973
- Vietnam 1961-1973
- Cambodia 1969-1970
- Guatemala 1967-1969
- Lebanon 1982-1984
- Grenada 1983-1984
- Libya 1986
- El Salvador 1981-1992
- Nicaragua 1981-1990
- Iran 1987-1988
- Libya 1989
- Panama 1989-1990
- Iraq 1991
- Kuwait 1991
- Somalia 1992-1994
- Bosnia 1995
- Iran, 1998
- Sudan, 1998
- Afghanistan, 1998
- Serbia 1999
- Afghanistan, 2001
- Iraq in 2003
- Libya 2011
http://www.maoslimpasbrasil.com.br/biblioteca/9-artigos/810-lista-dos-paises-bombardeados-pelos-eua

https://viriatoapedrada.blogspot.pt/2016/10/russia-potencia-mundial.html


Ontem a Líbia, hoje a Venezuela, a Coreia...sempre as "fake news" para iniciar as Guerras:

Após o relatório sobre a conduta execrável do então primeiro-ministro britânico Tony Blair durante a…
PATRIALATINA.COM.BR